usina solar

Saiba Tudo Sobre Usina Solar

usina solar

O uso de energia solar está crescendo bastante no Brasil e as formas de utilização também. Ela pode ser produzida em residências, comércios, propriedades rurais e até mesmo em usinas solares.

Isso significa que já existe uma produção em larga escala acontecendo, e se você quer entender como isso funciona, este post é para você. Leia até o final e saiba tudo sobre as usinas solares.

O que são usinas solares?

Usinas Solares, também chamadas de Parque Solares, são sistemas fotovoltaicos de grande porte construídos para produção, distribuição e comercialização de energia elétrica. Geralmente construídas em lugares planos, as usinas podem possuir placas fixas ou serem acompanhadas de um tracker

Esses sistemas de acompanhamento do movimento do sol (os citados trackers), garantem que nenhum raio de luz de energia seja desperdiçado, porém, também aumenta consideravelmente os custos de manutenção e operação da usina.

Lembrando que os dois tipos de placas fotovoltaicas trabalham da mesma forma, convertendo radiação solar em energia elétrica de forma limpa e eficiente, a instalação com trackers simplesmente realiza isso com ainda mais eficiência em troca da quantidade elevada de gastos com a usina.

Por sinal, quando falamos grande porte o negócio é sério, é grande mesmo. São centenas de milhares de placas fotovoltaicas gerando energia durante todo o dia — possibilitando um ambiente ideal para autogeração de energia (consumo próprio) e/ou para a comercialização no mercado livre de energia elétrica. 

Adicionalmente, usinas solares não precisam do intermédio de qualquer tipo de concessionária para distribuição da energia gerada, mas, em vez disso, funcionam como sua própria fonte de distribuição.

Após a produção da energia elétrica por parte dos painéis fotovoltaicos, os inversores entregam a energia produzida até 380 Volts, mas para a transmissão de energia através das linhas de alta tensão é preciso de uma tensão muito mais alta. Assim, transformadores são utilizados para elevar a tensão.

Após esse processo, a eletricidade gerada pela usina de energia solar finalmente será transmitida pelas redes de transmissão e distribuída pelas distribuidoras de energia para o uso tanto em áreas comerciais quanto residenciais. 

Quais os benefícios das usinas solares?

Os benefícios são muitos. Ao contrário da energia eólica ou da hidrelétrica por exemplo, que geram energia a partir de fenômenos naturais que acontecem de forma mais esporádica, a energia solar representa uma fonte energética que está sempre disponível, portanto, é mais segura e confiável. Tudo isso é feito com registros de carbono pouco significativos, resultando em um bem maior não só para o prosumidor, mas para todo o meio ambiente. 

Por fim, saiba que as usinas solares podem ser a solução para a crise energética no Brasil. Usinas solares são simples para serem construídas e podem ficar pronta rapidamente. 

O que diz a legislação?

Nossa principal fonte de energia aqui no Brasil é a hidrelétrica, proveniente de um recurso esgotável e totalmente dependente da quantidade de chuvas durante determinada época. Cada vez mais, os brasileiros enfrentam longos períodos de seca e racionamento de água em diversos estados.

Períodos que ainda representam uma falta de segurança energética e um aumento generalizado nos valores da conta de luz para todo mundo — já que as reservas de água se encontram constantemente em baixa. 

Para lidar com o problema, incentivos para a implementação de sistemas fotovoltaicos com o fim de aumentar exponencialmente o uso da energia solar são cada vez mais comuns no nosso país, tanto para residências quanto para empresas. 

Primeiramente, a burocracia diminuiu de forma considerável. A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) alterou várias exigências e alterou o tempo do processo inicial para a adesão de 90 para apenas 30 dias. 

Além disso, um projeto de lei aprovado no ano de 2015 prevê isenção de impostos durante a aquisição dos componentes necessários para a instalação dos sistema fotovoltaico — incluindo a importação de todos os produtos e equipamentos necessários. 

Outra importante decisão da ANEEL em relação à geração de energia fotovoltaica foram os incentivos à microgeração de energia solar aprovados em 2012, como os créditos de energia. 

Basicamente, quem possui um sistema fotovoltaico em casa pode “emprestar” o excedente de energia coletada para a rede de distribuição pública, e então receber esse valor de volta em forma de créditos — útil para dias nublados ou durante a noite, quando há geração de energia mais baixa.

Por fim, outro benefício bem bacana que a lei prevê em relação à geração de energia solar é a possibilidade de autoconsumo em locais remotos. Funciona assim, proprietários de terrenos mais afastados da cidade (locais de difícil acesso para a energia elétrica) que contam com um sistema de captação de energia solar podem ser compensados por meio de créditos na zona urbana, residências ou comércio. 

Isso permite que prédios que não possuam uma estrutura adequada para a captação da energia, ainda assim usufruam dos benefícios da energia fotovoltaica.

Como implantar uma usina solar?

Se você possui um terreno grande e com bastante incidência de sol, como uma fazenda, é perfeitamente possível implantar a sua própria usina solar. A principal questão é o valor total do terreno, pois influencia diretamente no financiamento.

Bancos de fomento podem chegar a financiar até 80% dos projetos de usina solar e aceitam o próprio terreno como garantia. Quanto ao tamanho, a ideia é possuir pelo menos de 5 a 20 hectares para a construção de usinas de 1 até 5 MW, ou, é claro, ainda maior do que isso — o que pode até ajudar mais durante o financiamento. 

Pesquise mapas solares e verifique como é o recurso solar de diferentes áreas do seu terreno, checando parâmetros como local de maior nível de radiação e incidência de vento.

Nada adianta construí-la em uma área montanhosa ou muito inclinada. Pense também na proximidade de rodovias e recursos hídricos, já que se a sua fazenda for de difícil acesso, isso irá impactar negativamente o processo de construção.

Ficou interessado? Utilize agora nosso simulador solar e saiba mais sobre como implantar um sistema fotovoltaico ideal para você.

TEM INTERESSE?

SOLICITE UM ORÇAMENTO

Postagem relacionadas