Dá Para Armazenar Energia Solar? Confira As Melhores Alternativas!

Será que dá para armazenar energia solar? Como mostra o relatório New Energy Outlook 2017, os investimentos em energia solar têm crescido ao longo dos anos.

Com isso, o custo dessa tecnologia ficou mais acessível e hoje qualquer pessoa pode ter os famosos painéis fotovoltaicos em sua residência ou comércio.

Entretanto, essa alternativa de geração de eletricidade precisa da luz do Sol para funcionar, o que levanta uma questão importante: é possível armazenar essa energia para usá-la à noite?

É sobre isso que falaremos hoje. Acompanhe!

É possível armazenar a energia solar?

A energia gerada pelos painéis fotovoltaicos funciona como qualquer outra forma de eletricidade. Logo, ela pode ser armazenada da mesma forma como fazemos com as outras fontes que utilizamos.

As reservas de energia estão em todo lugar: nos carros, no celular, dentro do controle remoto, em brinquedos e por aí vai.

Estamos falando das baterias. É nelas que a eletricidade gerada nos painéis fotovoltaicos poderá ser armazenada.

Quais são as baterias que existem?

Existem três tipos de baterias que podem ser utilizadas para esse trabalho:

  • chumbo-ácido;
  • níquel-cádmio;
  • íon-lítio.

As baterias de chumbo-ácido e de níquel-cádmio são aquelas usadas em carros à combustão. Elas estão presentes em vários sistemas.

Apesar de cumprirem com a função de armazenar eletricidade, elas têm um sério problema: além de caras, suas vidas úteis são muito menores do que a do sistema fotovoltaico.

A bateria de íon-lítio é mais moderna que as outras duas. Ela é usada como fonte de alimentação em celulares, notebooks e carros elétricos.

Algumas empresas, como a Tesla Motors, já desenvolveram alguns modelos dessa bateria que são mais eficientes, têm mais capacidade de armazenamento e duram mais tempo.

Apesar das vantagens, ela também tem um problema: mesmo com a tecnologia atual, o armazenamento gera perda de energia.

Até essa tecnologia evoluir, o que pode ser feito?

Então, se as baterias ainda são uma opção de preço elevado e baixa eficiência, o que pode ser feito? A eletricidade das placas fotovoltaicas só funcionará durante o dia e na parte da noite as pessoas ficarão no escuro?

Não! Muito pelo contrário, essa energia funciona como um complemento ao que a concessionária fornece.

Enquanto os painéis conseguem captar a luz do Sol você usa a eletricidade produzida na sua casa. Quando isso não é possível (à noite, por exemplo), a rede elétrica supre suas necessidades.

Assim, você pode gastar menos eletricidade da empresa que lhe faz o fornecimento e isso reflete em sua conta no final do mês. Somado a isso, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) criou a Resolução 482 (RN482/12), que estabelece as diretrizes e regras sobre os Créditos de Energia Solar.

De acordo com essa resolução, as pessoas que optam por implementar os painéis fotovoltaicos em suas residências podem vender a energia excedente para a concessionária. Esse valor gera créditos que são descontados na sua conta de luz.

Essa estratégia proposta pela ANEEL é, até o momento, a opção com o melhor custo-benefício dentre todas as que apresentamos neste texto.

O mais interessante sobre a energia solar é que o governo dá incentivos para quem quer adotar essa tecnologia em seu comércio ou residência. Existe, até mesmo, facilitações em empréstimos.

Se você quer adotar essa energia limpa e sustentável em sua casa, leia nosso texto que explica sobre o empréstimo que o BNDES está dando para pessoas físicas que tem esse objetivo!

TEM INTERESSE?

SOLICITE UM ORÇAMENTO

Postagem relacionadas